Pensamentos Bíblicos Sobre Sabedoria e Discernimento

Bíblia

A palavra bíblia vem de diversas interpretações de diversos países, do grego veio de bíblion, que significava “rolo” e “livro”, “byblos” era os papiros egípcios, e também o nome da cidade Biblos (cidade essa que atualmente se chama Jbel e se encontra no Líbano) onde todo o material da bíblia era exportado.

Foi criado pelos adeptos do cristianismo, sendo considerado uma coleção de textos religiosos. Em que os homens de muita fé da época narram episódios que mostram mais aprofundado a religião e a causa de existirmos. Para os cristãos é realmente inspirada em fatos reais em que Deus é o maior influenciador, se tornando importante pelo mundo todo.

A bíblia tem cerca de 40 autores que se dividem em antigo e novo testamento. O antigo foi escrito mais ou menos no período entre 1500 a.C. e 450 a.C. e os do novo testamento foram escritos depois da morte de Jesus Cristo,  por volta de 45 d.C. e 90 d.C. Somando quase 1600 anos.

Vale lembrar que a visão da igreja é diferente das dos historiadores, para a Igreja o começo da escrita da Bíblia acontece com Moisés, escrevendo os dez mandamentos de Deus. Já para os historiadores os primeiros registros desses escritos ocorre só no exilio babilônico, eles também afirmam que foram muitas pessoas para escrever os primeiro cinco livros da bíblia, diferente dos cristãos que afirmam que Moises os fez sozinho.

Ao ler o primeiro livro da Bíblia, Gênesis, é possível conhecer um pouco mais de como  os cristãos interpretam o surgimento da vida. Resumidamente seria que o ser humano foi criado em imagem e semelhança por Deus a partir do pó. Foram sete dias para que tudo fosse criado como é hoje e com o sopro de Deus tudo criou vida. Esse relato é datado entre seis a oito mil anos atrás.

Por ser adotado com livro sagrado, possuir muitas passagens interessante, e principalmente ser um dos livros mais antigos, fizeram com que a bíblia fosse o livro mais vendido de todos os tempos, com mais de seis bilhões de cópias. Existem diversas editoras que o publicam, já que não possui nenhuma restrição, por ser um livro do “povo”.

A bíblia se tornou um sinal de honestidade e de princípios para muitas pessoas, no Estados Unidos por exemplo, todos os presidentes fazem um juramento com a bíblia em mãos, o único que não a utilizou foi  Theodore Roosevelt. Muitos acusam que misturar a religião com o governo é uma má ideia, assim como ocorreu na idade Média, e por isso a representantes que preferem demonstrar imparcialidade em sua religião devido a isso. John Quincy Adams, por exemplo, colocou sua mão sobre a constituição e não sobre a bíblia como outros.

Sabedoria

Palavra antiga utilizada primeiramente pelo gregos, em latim significa que tem sabor e gosto. Dizemos que quem tem sabedoria possui conhecimento, sensatez, compreensão, prudência e outras qualidades.

Para os gregos é semelhante a palavra “sofia”, que equivale a saber , acrescentada a muitos outras palavras como teosofia, foi muito discutido principalmente na época dos filósofos da época de Sócrates, Aristóteles e Platão. Nessa época a deus da sabedoria era Atena, sendo uma característica muito importante dela, mas não a única, também é chamada de deusa da verdade e da justiça

Pode mudar muito de acordo com quem o interpreta, se for a Igreja por exemplo é bem diferente do que os filósofos, comparando o significado a cima é baseado em filosofia e para a religião é “conhecimento inspirado nas coisas divinas e humanas“.

Discernimento

A palavra vem do latim discernere que remente a decidir, dividir e separar, normalmente o que é bom do que é ruim, o que é certo do que é errado, ter raciocínio sobre as coisas, ter juízo e critério para tomar decisões.

Como na sabedoria existe uma linha de pensamento mais racional que seria para a filosofia, existe outra linha para psicologia e ainda para a parte religiosa.

Na parte filosófica, dos primórdios até os dias atuais, ela vem ajudando a complementar e conhecer mais sobre os pensamentos do mundo para cada um chegar no seu. Nas escolas por exemplo, a filosofia é de extrema importância para aprender sobre ética e moral, e outros definições que definiram não só o discernimento mas também o caráter da pessoa.

Já para a parte religiosa, em textos bíblicos a palavra discernimentos é citadas algumas vezes com um significado bem restrito, sendo muito estudado por diversas pessoas ligadas ao cristianismo. Um desses estudiosos foi o Santo Inácio de Loyola, que escreveu um livro sobre como a bíblia tenta mostrar a necessidade de encontrar um discernimento para a vida através de controle de alguns impulsos da alma e agindo conforme a lei de Deus.

“Discernimento de espíritos” é um dom dado ao fiel. Está escrito na primeira carta de Paulo aos Coríntios,12:10. Mostrando a importância de ter um pensamento firme para as escolhas da vida.

Alguns pensamentos da bíblia que trazem bastante sobre sabedoria e discernimento:

“Pois o Senhor é quem dá sabedoria; de sua boca procedem o conhecimento e o  discernimento.”  Provérbios 2:6

“Não se enganem. Se algum de vocês pensam que é sábio segundo os padrões desta era, deve tornar-se “louco” para que se torne sábio. “ 1 Coríntios 3:18

“Ouça conselhos e aceite instruções, e acabará sendo sábio.” Provérbios 19:20

“Porque outrora vocês eram trevas, mas agora são luz no Senhor. Vivam como filhos da luz, pois o fruto da luz consiste em toda bondade, justiça e verdade; e aprendam a discernir o que é agradável ao Senhor.” Efésios 5:8-10

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Bíblica

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.