Mensagens Sobre o Significado do Natal

O natal não representa apenas uma data na qual as pessoas se encontram para trocar presentes e desejos de vida melhor. Serve de modo exclusivo para celebrar o nascimento do menino Jesus que quando cresceu cedeu o próprio corpo e alma para salvar a humanidade do mal que assombrava o mundo. Antes os romanos eram principais inimigos, nos dias de hoje o papel de antagonismo cabe à própria sociedade que não sabe respeitar as belezas naturais e os verdadeiros sentidos da busca não material em vida. Ao invés de gastar tempo comprando dinheiro ou organizando a festa dos deuses o período seria ocupado de melhor forma ao ajudar outras pessoas necessitadas.

Ao invés de celebrar uma grande ceia, gaste o dinheiro com alimentos a serem distribuídos aos moradores de rua durante a época do natal. Tenha em mente de que Deus olha com melhores olhos àqueles que ajudam o próximo na data de aniversário do seu filho do que às pessoas que apenas se preocupam com a busca do material em receber presentes e serem admirados no sentimento de serem os próprios imperadores romanos com a tendência de serem ditadores e cruéis também por ignorar a presença da pobreza que existe dentro do próprio império.

O natal representa uma data mágica na qual até os piores dos crápulas podem pensar em serem bons com os outros, faz o mendigo receber alimentação que não via pelo menos há um ano, quando recebeu o mesmo no natal passado. Deixa as ruas mais felizes com a presença de diversas luzes coloridas que estão presentes para que as pessoas se sintam felizes. Faz as crianças dormirem cedo porque no dia seguinte, assim que raiar o sol, os presentes devem estar no tronco das árvores de natal depois que o Papai Noel deixou antes de celebrar a ceia que foi deixada em sua homenagem.

Antes o natal era uma época em que as pessoas se reuniam com o sentido legítimo de comemorar o nascimento de cristo. O mundo não era globalizado em termos de comércio, apenas no que tange à fé das colônias dominadas por tradição católica no Ocidente.  Nos dias de hoje o poder e desejo de consumo é maior ao passo de que a grande parte de quem celebra esquece qual o verdadeiro significado do dia, apenas pensam em receber os presentes, pedir ajuda ou cobrar dívidas no momento mais divino do ano.

Ao contrário do que pensa grande parte das pessoas no dia atual, o Papai Noel tinha uma roupa que era azul para representa também a paz da humanidade. Depois a cor do uniforme mudou por causa das campanhas de marketing de um refrigerante famoso. O impacto cultural que surgiu também com a TV colorida foi grande ao ponto de mudar o traje do símbolo natalino ao vermelho que é cor de sangue e da sedução. Ou seja, em valor de paz aconteceu queda acentuada nas tradições natalinas conforme o tempo passou.

O natal do Brasil tem as suas bizarrices culturais. Por exemplo, ao invés da mesa de ceia estar composta de alimentos leves e tropicais na época mais quente do ano ela tem alimentos pesados e com características da dieta que acontece na Europa. Os traços culturais que chegaram com os colonos portugueses e imigrantes do velho mundo trouxeram a compreensão do natal sob a ótica dos católicos. Os enfeites trazem símbolos repletos de neve, assim como acontece nos bancos da Avenida Paulista, quando as famílias se reúnem para tirar fotos na neve artificial em local que na verdade nunca viu cair um quilo de neve dos céus.

Em sua época, Jesus entrou no Templo Sagrado e teve um ataque de surto ao perceber que o local de fé estava repleto por comerciantes e aproveitadores em termos de finanças. Quebrou tudo e chamou a atenção dos sacerdotes contrários aos nazarenos e do poder de Roma. O que messias diria nos dias de hoje com o mercado globalizado nos quais as produções aumentam para satisfazer a demanda por presentes de cultura consumista que acontece no mundo que aumenta as taxas populacionais e provoca o desejo por maiores valores em bens que evoluem o nível dos julgamentos de valor e realidade.

Natal também pode ser uma boa época para apertar novamente os laços da amizade que foram afrouxados no passado. Deus apenas quer que você retire o ar que ódio que existe no coração e transforme em compaixão por causa dos próximos. Apenas a figura divina é perfeita, mas isso não impede com que o ser humano esteja em frequente busca da perfeição em termos de ética e moral. O mundo precisa de paz e o natal pode representar a época perfeita para aumentar o teor pacífico que existe na alma, mente e coração. Aproveite a época para diminuir os problemas sociais que aconteceram durante o ano.

Aproveite o natal para demonstrar todo o amor e a paz que existe no seu coração. Porém, procure fazer o mesmo em grande parte do ano, quem sabe todos os dias. Esse representa o melhor método para fugir do estresse, doença que mata grande número de pessoas nos dias atuais. O ritmo de vida aumento se compara com os tempos do passado. Por causa de problemas materiais as pessoas não conseguem celebrar a data do nascimento de Jesus, que em prática foi o grande salvador da humanidade que estava prestes a cair na desgraça.

Até mesmo durante as guerras as tropas possuem o costume de abaixar as armas durante as épocas festivas do ano, como no caso do natal, em principal quando os dois lados são de religiões que reconhecem a data como especial por conta das ações que Jesus fez em vida para poder alcançar o espírito aos céus e ficar ao lado de Senhor no sentido de olhar, ajudar àqueles que seguem os mandamentos e orar para os criminosos voltarem a ter a consciência pura no sentido de virar cidadão em busca de trabalho e melhorando o poder de economia e nível social.

Mensagens por Renato Duarte Plantier

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Natal

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.