Poetas Espanhóis

A literatura espanhola é muito rica e datada ainda da idade medieval. Passou por três grandes fases: a medieval, o Século do Ouro e o Novo Século do Ouro (ou geração de 98 [1898]). Um dos poemas mais conhecidos da Literatura Espanhola é o “O Cantar de Mio Cid”, de 1140, tem 3.730 versos irregulares, predominância do ritmo de 14 sílabas e conta as proezas do D. Rodrigo Diaz de Bivar, em suas intermináveis lutas contra os muçulmanos. A literatura espanhola foi crescendo e ganhando as fronteiras da Europa, assim também como foi disseminando a língua castelhana na mesma época.

Poetas Espanhóis

Poetas Espanhóis

Dentre os grandes poetas espanhóis, podemos citar: Afonso X, que além de poeta, foi um grande sábio que atuou junto à literatura jurídica, científica, astronômica e história. Podemos ressaltar também nesse time de estrelas, Juan Ruiz, Jorge Manrique, Marquês de Santiliana, João de Mena, Juan Boscán de Almogáver, Garcilaso de La Vega, Cervante, Sá de Miranda, Frei Luis Ponce de Leon, Fernando de Herrera, etc. A poesia espanhola é tão antiga que seria impossível citar todos os seus poetas consagrados.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Frases

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.