Frases Rainha Vitória: Trechos de Seus Diários

Biografia da Rainha Vitória

Alexandrina Vitória Regina, filha do duque de Kent e da ex-princesa de Leininge nasceu no dia 24 de maio de 1819. O pai de Vitória faleceu quando ela ainda era um bebê com apenas 8 meses. Com 18 anos Vitória herdou o trono do tio o rei da Inglaterra Guilherme IV.

Rainha Vitória

Rainha Vitória

O reinado de Vitória foi o mais longo da história da Inglaterra, pois ela permaneceu nada menos do que 64 anos com a coroa. O governo dessa rainha é conhecido como “Era Vitoriana” (1837-1901).

O Governo da Rainha Vitória e Sua Vida Pessoal

Depois de assumir o trono em 1837 Vitória enfrentou o seu primeiro grande desafio, a ascensão do movimento cartista (reivindicação dos trabalhadores) até meados do ano de 1850. Após apenas três anos de posse como rainha Vitória se casou com o seu primo, o príncipe Alberto. O enlace se deu no ano de 1840 e o casal teve nove filhos.

A influência de Alberto foi bastante grande no governo de Vitória, ele incentivou o desenvolvimento das artes, ciências e ajudou a modernizar e fortalecer o exército britânico. Vitória era uma mulher com diversos interesses como geografia, história, letras além de ser fluente em inglês, francês e alemão.

A rainha ainda tocava piano e podemos definir a rainha como uma erudita que apreciava as artes. Para se ter uma ideia ela pintou até os seus setenta anos.

A Morte de Alberto

Um dos momentos mais difíceis na vida da Rainha Vitória foi a perda do marido, Alberto, no ano de 1861. O choque foi tão grande que ela chorou e viveu de luto por quase toda a vida. O seu governo foi o mais longo da história da Inglaterra e durou 64 anos.

A Era Vitoriana

O principal feito da “Era Vitoriana” foi o apogeu da política industrial e colonialista inglesa. Um período marcado pela prosperidade industrial da burguesia. Os últimos trinta anos do governo de Vitória foram marcados pelo Imperialismo e Neocolonialismo britânico. As principais potências industriais (Inglaterra, França, Alemanha) dominaram e exploraram continentes como o asiático e o africano.

Durante a Era Vitoriana aconteceram conflitos como a Guerra da Crimeia (1853-1856) e a guerra dos Boers na África do Sul (1899-1901).

As Atribuições Sociais da Rainha Vitória

Além do seu papel político Vitória também desempenhou um papel social importante através de ações como a Abolição da Escravidão no Império Britânico (1838), redução das horas de trabalho na indústria têxtil para dez horas (1847) e ainda a instalação do “Third Reform Act”- direito ao voto de todos os trabalhadores (1884).

No ano de 1901 a Rainha Vitória faleceu, porém, deixou um legado político, social e de palavras. A partir daqui você vai conhecer um pouco mais sobre a rainha e sobre a Inglaterra nas próprias palavras dela. Vitória escreveu diversos diários que foram publicados online pelo Reino Unido.

Uma Rainha e Seus Diários

A realeza britânica lançou um site com cerca de 43 mil páginas criado com base em mais de 141 volumes dos diários da rainha Vitória. Esses diários foram escritos entre os anos de 1832 e 1901. O portal foi uma realização para comemorar o 193º aniversário de nascimento da rainha e também fez parte das comemorações de Jubileu de Diamante da rainha Elizabeth II que completou 60 anos de reinado no ano de 2012.

Os 13 volumes originais foram escaneados e estão online para que todos que tenham curiosidades para conhecer algumas frases da rainha Vitória possam acompanhar esses textos. Para conseguir digitalizar tudo foram mais de 6 meses, aos poucos as transcrições foram colocadas a disposição dos internautas.

Os responsáveis por esse trabalho que tornou os diários da rainha Vitória disponíveis online foram o resultado do trabalho dos Arquivos Reais, a Biblioteca Bodleian da Universidade de Oxford e a empresa ProQuest.

As Transcrições dos Diários da Rainha Vitória

A maior parte dos volumes dos diários da rainha foram transcritos durante 40 anos pela princesa Beatrice, a filha mais nova da rainha. A rainha cuidou para que trechos que pudessem ser mal interpretados por alguém fossem removidos. Depois disso os originais foram destruídos.

Os diários entraram na vida de Vitória quando a sua mãe lhe disse para documentar um passeio a Wales com apenas 13 anos. A futura rainha gostou tanto de escrever que passou a registrar os principais fatos da sua vida pública e privada incluindo até mesmo ilustrações.

O Que Diz nos Diários

Nesses diários da rainha Vitória estão momentos da sua vida como o da coroação, o casamento com o príncipe Albert e o seu Jubileu de Diamante (a primeira monarca a celebrar a marca de 60 anos de governo, no ano de 1897). Para se ter uma ideia Vitória deixou de escrever apenas dez dias antes de falecer no ano de 1901.

No dia da coroação, 28 de junho de 1838, ela se mostrou encantada com o fascínio de ser rainha do povo britânico:

“Eu realmente não posso dizer quão orgulhosa me sinto de ser rainha de uma nação como esta”.

“As aglomerações de pessoas superaram tudo que eu já vi… Multidões, os milhares de meus leais súditos que se puseram em todos os pontos para testemunhar a procissão. Seu bom humor e sua excessiva lealdade foram além de tudo”.

Saiba Mais

Saiba Mais

Depois de 60 anos desse momento, no seu jubileu, a rainha se mostrou modesta sobre os seus feitos ao escrever:

“um dia para não ser esquecido”

“Foi como uma entrada triunfal. Acredito que ninguém nunca recebeu uma ovação como esta que recebi, passando por seis milhas [quase 10 km] de ruas… As multidões foram indescritíveis e seu entusiasmo me deixou verdadeiramente maravilhada e profundamente tocada”

Um momento em que a rainha interrompeu os seus diários foi quando o seu marido Albert faleceu, sobre isso ela disse: “‘Coração partido’ com a morte do ‘lindo’ Albert”.

http://www.youtube.com/watch?v=F-SzjNWqkFM

“Sinto como se estivesse vivendo em um sonho terrível. Não tenho sido capaz de escrever meu diário desde que meu amado nos deixou, e com um coração muito partido entro em um novo ano sem ele”.

O amor da rainha fica claro mesmo antes da união a Albert:  “Foi com alguma emoção que olhei para Albert, que é lindo”, texto do dia 10 de outubro de 1839.

“Me senti tão feliz quando o anel foi colocado, e por meu precioso Albert. Ele me apertou em seus braços e nos beijamos de novo e de novo”, escreveu após o casamento.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Frases

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • Olá,

    OBrigada por compartilhar essas informaçoes. Tenho um grande fascínio pela personalidade da Rainha Vitoria e na sua pagina encontrei de maneira geral um resumo consiso do que foi sua vida. Obrigada.

    carla 4 de abril de 2014 4:53 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.