A Importância da Esperança

Você já parou para pensar quantas pessoas sofrem em todo o mundo? Mas não é somente um sofrimento de corpo, com doenças e tudo o mais, mas sim um sofrimento de alma, daquele que medicamento nenhum é capaz de curar.

Grande parte do sofrimento da alma é originado pela desesperança, ou seja, pela falta de esperança. Já pensou na tristeza que deve ser viver sem esperança, sem achar que amanhã será melhor, que a sorte pode mudar a cada momento e tudo se tornará em momentos felizes e diferentes.

Para nós que vivemos em um mundo extremamente conturbado, repleto de violência e maldade, se perdermos a esperança, a vida se tornará num castigo e não numa vitória, como na verdade tem de ser. Por isso é importante manter a esperança em todas as etapas de nossas vidas.

A Importância da Esperança

A esperança pode ser comparada a umas pernas de um banco que possui apenas três delas, compondo com as demais, a caridade e a fé. Elas têm o poder de estabilizar nossa vida, qualquer que seja o momento pelo qual estejamos passando, podem ser usadas em qualquer ocasião.

Se observarmos as palavras escritas na Bíblia poderemos ver que até ali a esperança tem sua importância destacada. No livro ainda há uma passagem na qual é relatada que a própria Bíblia fora escrita para que as pessoas tenham esperança.

A esperança tem um poder curativo, sendo capaz de trazer mais felicidade e bem-estar às nossas vidas. Sua ausência pode levar a estados de doenças e desfalecimento do coração, deixando-o fraco e a mercê da tristeza e da amargura.

De Onde nos Vem a Esperança

Assim como muitos outros sentimentos bons, a esperança é considerada como um dom do Espírito Santo: que nos apresenta por meio de diversas situações de nossa vida, fazendo-nos crer especialmente na beleza da Vida Eterna.

A esperança é principio de vida feliz, e ainda soa como promessa de uma vida inteira. Temos que por obrigação tornar a esperança parte integrante de nossa vida e não deixar sucumbir pela tentação de perdê-la no decorrer do caminho. A esperança no plano de vida que Deus tem para nós, que é a felicidade, leva-nos a ter uma maior paz interior.

Aqueles que possuem esperança têm maior chance de se darem bem na vida, e ainda são pessoas que convivem melhor umas com as outras, tem maior autoestima e ajudam mais quando as pessoas precisam, além disso, seu bom humor é contagiante e acabam vencendo os obstáculos com maior facilidade, ao contrário daqueles que são desesperançosos.

Há muito povos ao redor do mundo que já poderiam ter perdido as esperanças na vida, no outro, em seus líderes, especialmente aqueles cujo país vive em constante conflito, mas não o fazem. Carregam dentro de si uma vontade imensa de que tudo vai mudar e que as coisas se tornarão melhores, ainda que todos pensem ao contrário.

O Dito Popular

Segundo o ditado popular “A esperança é a última que morre”, por isso, ninguém quer uma sogra com esse nome, dizem os mais engraçadinhos. Porém, a associação feita entre o sentimento de esperança e o ultimo respiro da vida, só vem a ilustrar que a mesma é um elemento precioso especialmente em relação à nossa saúde e qualidade de vida.

Profissionais da saúde vêem na esperança uma das emoções mais importantes que uma pessoa pode vir a experimentar durante a vida. Porém, enquanto algumas outras esbanjam esse sentimento, como se pudessem beber dele em uma fonte inesgotável, outras passam pela vida se lamuriando e arrastando, totalmente alienadas dessa sensação.

A Esperança e a Saúde

O fato de ter esperança seria uma característica que nasce conosco ou podemos consegui-la com o passar do tempo? Para sabermos melhor, vamos observar alguns estudos sobre o assunto.

Desde tempos remotos, médicos, psiquiatras, e estudiosos têm mostrado grande interesse no sentimento de esperança, principalmente pelo potencial curativo que ela contém. Durante a década de 90, o assunto ganhou um grande destaque, em razão das investigações feita pelo psicólogo norteamericano C. S. Snyder, que escreveu o livro The Psychology of Hope: You Can Get There from Here. Morto em 2006, o psicólogo percebia que a esperança era como se fosse uma “idéia motivacional” que faz com que as pessoas acreditem em positivos resultados, elaboração consistentes de metas, desenvolvimento de estratégias e reunir todas elas para que sejam colocadas em prática sempre que for necessário.

O profissional foi até capaz de montar uma “Escala da Esperança”, que fora apresentada em 2005, nela apontou resultados que passaram a ser guardados por mais de uma década. Conforme seus estudos, aquelas pessoas que possuem uma “baixa esperança” têm focos diversificados e trabalham para alcançá-los um por vez. Já aqueles que possuem um nível “alto de esperança” quase sempre investem em várias metas distintas, tudo ao mesmo tempo.

As pessoas que possuem grande esperança traçaram caminhos para o sucesso e caminhos alternativos, pois, se precisarem de um plano B quando encontrarem algum obstáculo, sempre saberão como agir, enquanto que aquelas com baixa esperança não pensam assim.

Há ainda outras pesquisas que veem diversos pontos positivos para a esperança. As mesmas observam que a esperança é essencial para que uma pessoa desempenhe bem suas atividades e envelheçam com saúde e bondade. As pessoas esperançosas, segundo os pesquisadores, têm uma maior autoestima, se cuidam bem mais e suportam muito mais a dor. Sua maneira de pensar e ajudar os demais no alcance do sucesso aumenta a fraternidade e ainda o trabalho em grupo, fortalecendo os laços de amor e amizade.

Numa pesquisa feita com idosos que foram ensinados a ter esperança no modo de pensar, passaram a ser pessoas mais bondosas e agradáveis, sendo ainda mais propensas a viver com alegria. Com o passar do tempo começaram ainda a dar maior importância ao lado bom das coisas e a serem mais leves, rindo mais de si próprios e também dos outros.

É importante não levar as coisas tão a sério, não viver de imediatismo e deixar que as coisas fluam com beleza e alegria.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Frases

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.