A Última Despedida

Já pensou se tivéssemos a oportunidade de nos despedirmos daqueles que se foram, pois em muitos casos não podemos dar nenhum “tchau”. Partilhar daquela última palavra, daquele último sorriso, do último abraço, talvez fosse isso que faltasse em nossas vidas: a chance da Última Despedida.

A Última Despedida

A Última Despedida

Última Despedida

Muitos ficam se apegando à morte, a chance de se despedir, o tempo para dizer todas as coisas que foram acumuladas durante anos e anos, e o coração não deixou transbordar. Talvez o problema seja somente esse: deixar tudo para o último minuto. Porque esperar uma vida inteira, um momento de tristeza e de partida para externar o sentimento de amor, de paz, de carinho. Porque não fez isso enquanto a pessoa estava saudável e poderia retribuir sem peso no coração todo o amor que lhe seria entregue. O último dia nunca será suficiente para demonstrar amor, perdão, uma vida inteira de brigas e rancores não se apagam com tanta facilidade, nem do seu coração e nem do coração do outro. A última despedida, para muitos, é como um momento de remorso e tentam naquele último instante apagar todos os erros cometidos, palavras mal ditas, abraços não dados, sorrisos não trocados.

Não Reprima Seus Sentimentos

Sabe aquela história de ser comedido em tudo na vida, ser equilibrado, levar uma vida mediana, isso pode valer para tudo, menos para os sentimentos. Deixe de lado essa história de ter vergonha de se expor, de dizer que ama, de abraçar e beijar. Esse medo ou vergonha quase sempre acontecem com os homens, especialmente por vivermos em uma sociedade essencialmente machista, na qual homem não chora! Ao contrário, homem chora sim e tem tanto sentimento quanto a mulher, mas tem medo de dizer isso, por parecer menos homem. Todos os sentimentos, quando são externados deixam de nos sufocar, ainda que sejam os ruins.

Não Reprima Seus Sentimentos

Não Reprima Seus Sentimentos

Dizer à pessoa que está com raiva, magoado ou triste pelo que ela fez, faz com que aquilo tudo de ruim vá embora e o mesmo vale para os bons sentimentos, quando partilhados apenas aumentam e se expandem, atingindo todos ao redor, é como se fosse um campo magnético, que torna tudo à sua volta mais alegre, vivo e bom. Não vale à pena esperar toda uma vida para dizer ao seu pai ou a sua mãe, a um tio, a um irmão o quanto eles foram importantes em sua vida, o quanto o exemplo deles fez de você uma pessoa melhor, o quanto você os ama. Não há fundamento em deixar de dizer algo tão importante e fazer daquela pessoa, uma pessoa mais feliz. Que medo é esse que as pessoas têm de amar e se deixarem amar. Que diferença faz o que os outros vão pensar, o que importa é o seu coração, a sua alma, a sua vida! Parecer piegas, brega ou qualquer outra coisa do gênero não é nada, bom é viver cada minuto da vida com o coração em paz, repleto de bons sentimentos.

A Importância da Família

Não há quem não se preocupe com sua família, ainda que não seja a família de sangue, mas aquela que passou a ser criada a partir da união dos amigos. Sabemos o quanto os laços familiares e amorosos são extremamente importantes em nossas vidas, e isso até faz com que determinadas pessoas, sintam-se depressivas quando alguém relacionado está de partida. Pensar que jamais veremos a pessoa é algo que nos causa um imenso aperto no peito e as lágrimas escorrem pelos olhos. Essa partida final, que implica a última despedida pode ser leve ou pesada, repleta de dor e sofrimento, depende exclusivamente do tipo de relação que temos entre nós, se é algo saudável e feliz ou algo cheio de rancor e maldade dentro do coração.

A Despedida e Suas Formas

Até agora nós falamos de nossa despedida frente à pessoa que está partindo desse mundo, mas ainda nada mencionamos sobre a despedida real de quem está indo embora. Já pensou no quanto deve ser difícil se desapegar desse mundo e das pessoas que deixaremos para trás? Então, a partida é complicada tanto para quem fica quanto para quem vai. Muitas pessoas têm diversas histórias sobre o assunto, sendo por isso, bastante complicado de não acreditar que temos uma relação profunda com o outro lado, com o lado pós-morte, o lado espiritual que está intimamente ligado à nossa vida.

Dizem que quando partimos há sempre alguém que recebe ou até mais de uma pessoa, que fora ligada a nós em vida, geralmente um familiar próprio, que recebe uma autorização especial para nos auxiliar durante a passagem. Ela fica responsável por nos guiar até o local que deveremos chegar, mas esse lugar pode variar de pessoa para pessoa e ainda é um para os espíritas, outro para os cristãos, porém, sabe-se que em todas as religiões há um lugar. Então, como podemos ver, não adianta ficarmos focados somente em usar roupas bonitas, em termos um corpo perfeito, quando na verdade o que é levado em consideração na hora da partida é nosso corpo espiritual.

Porém, isso não quer dizer que devamos relaxar com nosso corpo físico, mas sim buscar uma forma de equilibrar uma coisa e outra, para que possamos fazer uma passagem feliz, deixando a quem fica com o coração leve e levarmos conosco boas lembranças, e sem apego à matéria que fica. É salutar viver a vida um dia de cada vez, mas ainda assim aproveitar cada um deles como se fosse o último, já que não ao sabemos qual de fato será o último deles. Temos que aproveitar as pessoas, sua companhia, seu sorriso, seu abraço, demonstrar o afeto verdadeiro, o carinho, o amor. Desfrutar da realização dos sonhos, do cumprimento das metas estabelecidas, mas sem esquecer que o que vale realmente são as pessoas, e o amor que temos por elas, pois as coisas vem e vão. Faça da sua vida um eterno momento de alegria, pois a felicidade brota do interior para o exterior, e está especialmente ligada à paz, e tudo isso n ao há dinheiro que compre.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Frases

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.