Os Melhores Textos Românticos

Ah, romance está no ar… Pelo menos para algumas pessoas ele está sempre por perto. Existem aqueles que não querem perder o romantismo jamais, sempre cultivando o sentimento com mensagens de amor ou outros objetos materiais. A maioria das pessoas hoje em dia já esqueceu o que é ser romântico, mas existem várias maneiras de reavivar isso dentro si. Para começar, que tal se inspirar em alguns textos românticos, baseados em histórias e contos de grandes poetas. Aqui no Cultura Mix, você encontra os melhores!

Romantismo

Romantismo

O Período do Romantismo

O romantismo foi uma fase da literatura que acabou encantando milhares de homens e mulheres pelo mundo. A época era voltada para as melhores histórias de amor e os poemas mais tocantes da fase literária mundial. Os poemas e os livros acabaram ganhando uma cara nova, com palavras leves e que buscavam sempre demonstrar os sentimentos de uma forma bem idealizada. Depois da época em que o amor era um motivo de alegria e vivacidade, chegam os ultraromancistas para acabar com a festa. Para eles, o amor e o romance eram um castigo, carregado por toda a vida em seus corações. Mesmo com a tristeza ou a alegria das fases literárias que já coexistiram, nada melhor do que manter o romance no ar. Por isso, alguns poetas, escritos e até celebridades fizeram questão de deixar seus textos para a posteridade.

Shakespeare, Charles Baudelaire, Machado de Assis e muitos outros sabiam que o romance era algo bastante especial para alguns seres humanos e por isso, eles não deixaram ele morrer no berço dos ultra românticos. Confira abaixo, os melhores textos sobre romance!

1. Martha Medeiros, no poema “Bom dia Amor!”

“Por favor, não me analise
Não fique procurando
cada ponto fraco meu
Se ninguém resiste a uma análise
profunda, quanto mais eu!
Ciumenta, exigente, insegura, carente
toda cheia de marcas que a vida deixou:
Veja em cada exigência
um grito de carência, um pedido de amor!

Coração

Coração

Amor, amor é síntese,
uma integração de dados:
não há que tirar nem pôr.
Não me corte em fatias,
(ninguém abraça um pedaço),
me envolva todo em seus braços
E eu serei perfeita, amor!”

Neste texto, Martha tende a focar no amor e no ser amado, mas tratando o sentimento como uma personificação. Além disso, procura ser romântica e sutil ao falar do amor. A saudade e as palavras de consolo, românticas, são as principais características do texto.

2.Vinícius de Moraes – “Soneto do amor total”

“Amo-te tanto, meu amor e por isso não cante
O humano coração com mais verdade
Amo-te como amigo e como amante
Numa sempre diversa realidade.

Amo-te afim, de um calmo amor prestante
E te amo além, presente na saudade.
Amo-te, enfim, com grande liberdade
Dentro da eternidade e a cada instante.

Amo-te como um bicho, simplesmente

De um amor sem mistério e sem virtude
Com um desejo maciço e permanente.

E de te amar assim, muito e amiúde
É que um dia em teu corpo de repente
Hei de morrer de amar mais do que pude.”

Os sonetos sempre foram uma característica marcante da época romântica. Vinícius de Moraes era um adepto desse tipo de texto. Por se tratar de um poema romântico, o soneto do amor total era um verdadeiro exagero, que trata de amor e paixão combinadas. Para quem sente o amor arder na pele, nada melhor do que os contos de Vinícius de Moraes para se inspirar. Vinícius de Moraes foi um dos principais poetas românticos brasileiros e seus textos acabaram ficando conhecidos em todo o mundo, virando inspiração para muitos outros poetas.

3. Carlos Drummond de Andrade – “Para viver um grande amor”

“É preciso abrir todas as portas que fecham o coração.
Quebrar barreiras construídas ao longo do tempo,
Por amores do passado que foram em vão
É preciso muita renúncia em ser e mudança no pensar.
É preciso não esquecer que ninguém vem perfeito para nós!
É preciso ver o outro com os olhos da alma e se deixar cativar!
É preciso renunciar ao que não agrada ao seu amor…
Para que se moldem um ao outro como se molda uma escultura,
Aparando as arestas que podem machucar.
É como lapidar um diamante bruto…para fazê-lo brilhar!
E quando decidir que chegou a sua hora de amar,
Lembre-se que é preciso haver identificação de almas!
De gostos, de gestos, de pele…
No modo de sentir e de pensar!
É preciso ver a luz iluminar a aura,
Dando uma chance para que o amor te encontre


Na suavidade morna de uma noite calma…
É preciso se entregar de corpo e alma!
É preciso ter dentro do coração um sonho
Que se acalenta no desejo de: amar e ser amada!
É preciso conhecer no outro o ser tão procurado!
É preciso conquistar e se deixar seduzir…
Entrar no jogo da sedução e deixar fluir!
Amar com emoção para se saber sentir
A sensação do momento em que o amor te devora!
E quando você estiver vivendo no clímax dessa paixão,
Que sinta que essa foi a melhor de suas escolhas!
Que foi seu grande desafio… e o passo mais acertado
De todos os caminhos de sua vida trilhados!
Mas se assim não for…
Que nunca te arrependas pelo amor dado!
Faz parte da vida arriscar-se por um sonho…
Porque se não fosse assim, nunca teríamos sonhado!
Mas, antes de tudo, que você saiba que tem aliado.
Ele se chama TEMPO… seu melhor amigo.
Só ele pode dar todas as certezas do amanhã…
A certeza que realmente você foi amada.”

Carlos Drummond de Andrade era um poeta famoso por suas histórias de amor que sempre deram certo. Para ele, o romance era como o ar para respirar. Em seus textos, ele sempre deixava escapar a vontade de viver um grande amor.No poema acima, a utopia do amor está claramente demonstrada, como em um filme sobre romance.O poeta também foi um dos mais importantes da geração romântica e que inspira os apaixonados até hoje!

Escrito por Jéssica Monteiro da Silva

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Amor

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.