Mensagens Bonitas de Amor

Todo mundo sonha em receber belas palavras que demonstrem o amor das pessoas que nos são queridas. Porém, na hora de escrever este tipo de mensagem, muitos de nós temos dificuldade em saber como fazê-lo e o que é ou não cabível escrever, especialmente quando se trata de alguém no qual temos um interesse romântico.

A Conquista

A conquista é um dos jogos sociais mais antigos da humanidade. Durante a Idade Média, o ato de cortejar tornou-se uma obrigação de todos os que viviam na corte real, e parte da vida diária. Na época, enfatizavam-se as músicas e poesias escritas para belas damas às quais o homem devotava seu amor, ainda que, na maior parte das vezes, não houvesse qualquer chance (ou até real interesse) na consumação.

As rainhas, por exemplo, eram os objetos mais frequente deste tipo de devoção, ainda que ninguém pensasse em fazer das belas palavras mais do que uma forma de elogio. Em outros casos, a corte tinha o real objetivo de conquistar o coração de uma das damas que chamasse atenção do jovem.

Mensagens Bonitas de Amor

Mensagens Bonitas de Amor

As mulheres, apesar da imensa repressão aos comportamentos impróprios, eram encorajadas a corresponder com gentileza a estes avanços, e tomar parte no jogo da conquista. Embora fossem raros os casos de composições vindas delas, suas respostas e atos, assim como a distribuição de pequenas representações de afeto durante as justas e torneios eram encorajados e esperados. Ao mesmo tempo, manifestações físicas eram limitadas e consideradas impróprias, podendo manchar suas reputações.

Hoje em dia, as coisas são bem diferentes, mas a conquista continua a ser parte essencial dos relacionamentos humanos. Nesta fase, ainda não é ideal que se façam grandes declarações de amor, apenas que se deixe claro que existe um interesse. Pequenos bilhetes e mimos, um flerte inteligente e sem frases prontas ajudam a demonstrar que existe a possibilidade de mais sem assustar a outra parte.

Muitas vezes, o contato físico precede o interesse amoroso. Neste caso, fica claro que o interesse é mútuo de alguma forma, mas a real conquista deve ser feita aos poucos, demonstrando semelhanças e diferenças. Ainda não é o momento para presentes (exceto, claro, em ocasiões de aniversário e natal, o segundo apenas caso o hábito de trocar presentes já exista), e palavras de amor devem esperar. Quem tem pressa, como cru, já dizia o ditado, e pode levar a frustração antes que as coisas de desenvolvam plenamente.

Formas de Expressar os Sentimentos

Mensagens por Imagens

A sabedoria popular nos lembra de que uma imagem pode valer mais do que mil palavras. Não estamos falando aqui apenas dos tradicionais corações e flores, mas também de toda e qualquer pequena coisa que lembre bons momentos entre vocês. Fotos de lugares aonde planejam ir, imagens relacionadas a como se conheceram, e toda sorte de coisa que demonstre que você esteve atento a cada pequeno detalhe.

Mensagens em Presentes

Esta é simples: cada coisa que damos, por menor que seja, tem um significado. Até escolher o “Serenata de Amor” no lugar do “Sonho de Valsa” passa uma ideia diferente, e ninguém precisa dizer mais nada ao oferecer um anel de brilhante. Chocolates e flores são tradicionais, e quase sempre bem-vindos pelas garotas, mas existem outras coisas que podem funcionar ainda melhor. Na hora de presentear, escolha coisas que combinem honestamente com a pessoa que você gosta, com os interesses dela, que demonstrem que você presta atenção em seus gostos – o que passa claramente a mensagem de que você se importa.

Mensagens em Palavras

No entanto, as mensagens escritas ainda são as mais importantes e mais comuns entre um casal. Você pode optar entre dois tipos de mensagem:

Mensagens prontas – Cartões e frases já escritos são úteis para demonstrar seu sentimento com simplicidade. Músicas, falas de filmes e da TV, poesias famosas; o amor é o assunto mais recorrente em todos os tipos de mídia e você pode aproveitar isso para dedicar a pessoa que ama palavras que você não sabe como dizer melhor. Se for o caso, é importante escolher com cuidado, para evitar que, ao invés de romântico, soe preguiçoso, forçado ou clichê. Escolha algo que você honestamente acredita que caiba no relacionamento de vocês.

Fazendo você mesmo – Não é preciso ser nenhum Camões para ser capaz de demonstrar seu amor em palavras. Mais do que a grandiosidade de frases famosas, o que importa aqui é sua honestidade. Fale sobre como você se sente quando estão juntos, e sobre os sonhos que tem; se achar difícil demais se expor diretamente, pode também tentar escrever estas coisas como se fosse uma história. Lembre: o sentimento é mais importante que o talento e a beleza das mensagens de amor não está na forma, e sim no significado.

As Mais Famosas Cartas de Amor da História

Por centenas de anos pessoas que se amavam se corresponderam e demonstraram seu amor. Selecionamos para vocês trechos de algumas das mais belas mensagens de amor que já foram escritas.

Heloísa e Abelardo: O casal viveu no século XI. Abelardo era tutor de Heloísa e apaixonou-se pela tutelada. Os dois se casaram em segredo, e quando o tio da jovem descobriu, mandou castrarem o jovem Abelardo. Posteriormente, os dois viveram separados, ela em uma abadia e ele em um mosteiro, mas continuaram a trocar cartas por toda a vida. Esta é uma das cartas da jovem para seu marido perdido.

“Tenho seu retrato em meu quarto. Nunca passo por ele sem parar para olhá-lo, e no entanto, quando você estava presente, eu jamais me atrevia a olhá-lo nos olhos. Se um retrato, que é meramente uma representação de um objeto, pode trazer tanto prazer, o que as cartas não podem inspirar? Elas tem almas, elas falam, elas trazem nelas toda a força que carregam do coração, eles tem todo o fogo de nossas paixões…”

Heloísa e Abelardo

Heloísa e Abelardo

Napoleão Bonaparte:  O imperador francês era notoriamente apaixonado por sua esposa, Josephine. Esta é uma das cartas que ele escreveu à ela, pouco antes do casamento de ambos, na primavera de 1796, logo antes de seguir para encontrá-la:

“Minha alma dói com o pesar, e não há descanso para seu amado; mas será que há ainda mais a minha espera quando, lidando com os sentimentos profundos que me traz, eu desenho teus lábios, em seu coração há um amor que me consome como fogo?”

Napoleão Bonaparte

Napoleão Bonaparte

Henrique VIII e Catarina de Aragão:  O triangulo amoroso que mudou a história da Inglaterra teve início em torno do ano de 1526, e perdurou até a morte da primeira esposa de Henrique, 10 anos depois. Apesar de o casal real ter se separado no ano de 1933, quando o rei se casou com Ana Bolena, a carta enviada ao rei logo antes de sua morte, demonstra sua lealdade para com o marido mesmo após ter sido abandonada, e sua grandeza de espírito:

“A hora de minha morte vem chegando, e tal é meu estado, que o amor dedicado que eu te devote me force à, com algumas palavras, orar pela saúde e segurança de tua alma, que deves preferir a todos as questões do mundo, e antes do cuidado com seu próprio corpo, pelo qual me colocaste em tanta miséria e tu mesmo em tantos problemas.

De minha parte, eu o perdoo por tudo. (…) Por fim, eu juro, que meus olhos desejam ver-te acima de qualquer outra coisa.”

Henrique VIII e Catarina de Aragão

Henrique VIII e Catarina de Aragão

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Amor

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • adorei

    franciely 6 de janeiro de 2014 16:07 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.