Frases Sobre Ativismo

Os ativistas lutam por diversos tipos de direitos, desde ambientais e até políticos. De certa forma os temas se relacionam e faz as vozes se unirem para lutar em conjunto contra as injustiças impostas por elite e políticos. Conheça sentenças sobre ativismo.

Na Onda do Marxismo

Karl Marx é ótimo, ruim são os marxistas. Até hoje, nenhum conseguiu imperar o espírito de igualdade sem se apaixonar por estar no poder de forma autoritária. Os intelectuais acham que possuem o segredo do mundo, mas não conseguem empregar uma fórmula que funciona. De fato, o capitalismo é o melhor dos piores regimes apresentados, do contrário a Rússia e China não seriam exemplo de capitalistas em termos de comercialização e exportação.

Teoria da Inversão

De acordo com a teoria da inversão idealizada por Plantier deveria existir a inversão dos valores que seguem para sustentar a máquina pública de forma direta para a saúde e educação. No final do ano de 2012 foram destinado 400 bilhões para sustentar a justiça e política ao ponto que apenas 13 bilhões seguiram para a educação e saúde. Imagine inverter esses valores! De fato, esse consiste no único caminho para a emancipação econômica do país.

Acordo de Trabalhadores e Empregadores

Ativistas que gritam nas ruas de forma pacífica estão errados, porque no final nada muda. Os que pensam em degredar a cidade estão ainda mais errados por não saber dialogar e não ter o senso de que a cidade pertence ao povo. Na verdade, trabalhadores e empregadores deveriam fazer um acordo coletivo para interromper a economia. Com dois dias em casa descansando e curtindo a família ao invés de ir trabalhar, interrompendo desde transporte público até bancos. De fato, em uma semana pelo menos metade dos problemas sociais seria resolvida. O caminho para obter êxito e conquistar o que esse país merece depende de uma greve geral entre quem trabalha e emprega, do contrário, nada vai mudar e as oligarquias devem permanecer no poder, assim como fazem desde épocas coloniais.

Frases de Ativismo Ambiental e Político

As hidrelétricas no Brasil são verdadeiras vergonhas. O Estado que se diz democrático segue um plano de época da ditadura em dominar os rios do Amazonas com a presença de hidrelétricas. Uma calamidade para os ambientes naturais que devem ficar submersos por causa das construções. Os Kaipos representam apenas outro resultado dos quase quatrocentos mil índios que restam no hemisfério nacional e sofrem com a questão da falta de moradia, como nativos moram nas florestas e as mesmas estão acabando, logo todos os indígenas devem ficar sem casa em pouco tempo.

Um fato chocante está na corrupção entre os próprios indígenas. Sabia que existem denúncias da PF sobre índios que cobram propina para quem quer explorar parques ecológicos em busca de minério e madeira? Dizem que aqueles que ficam devendo sofrem ameaças de morte pelos próprios indígenas. A situação está à beira da calamidade e o capitalismo selvagem afetou inclusive o mundo puro e de contato com a natureza dos índios que somavam mais de oito milhões antes da colonização. Aos poucos eles somem ou entram no mundo clássico da corrupção brasileira. Outro tipo de efeito negativo da globalização.

Anarquismo Equivocado

Esse progresso na verdade está em movimento regressivo, a caminho da própria extinção da Terra que sem cobertura vegetal está fadada ao fim dos seres vivos. Concordo que foi importante o povo começar a protestar, de forma principal perto de ilusão da Copa. Porém, eis que revelo outro segredo, não acredito na forma como as coisas caminham em termos de protesto, desde o povo pacífico que apenas caminha contra o vento e cuja maioria apenas vai para encontrar amigos a beber ou paquerar até o anarquismo mal interpretado por parte dos membros violentos que acham o ato de entrar no Congresso de forma violenta como uma vitória simbólica.

Na verdade o anarquismo representa um povo emancipado de forma educacional e técnica ao ponto de não precisar de políticos e polícia. Mas, como os anarquistas compreendem errado o conceito, merecem mesmo receber a repressão para não destruir a cidade e os patrimônios culturais.

Meu sonho como movimento social é pacífico, sem violência, com o uso da inteligência. Acredito que se empresários e trabalhadores se reunissem para não trabalhar, ficar em casa tranquilo, e fazer o país parar, em menos de dois dias os problemas seriam resolvidos. Mas, como grande parte pensa apenas no umbigo, dificilmente os empresários interromperiam a produção em nome de um futuro melhor não apenas para eles como ao povo geral.

Creio que excesso de violência / passividade (povo) e falta de visão dos empregadores em deixar de lucrar por poucos dias a melhorar o sistema econômico em pouco tempo são problemas que tornam a teoria como a própria utopia.

Ativismo Contra Globalização

Sem dúvidas, há recursos estão presentes nesses países com centros americanizados. Ainda existem populações distantes que vivem em locais mágicos que de fato retratam um pouco do gostinho cultural. Locais nos quais a globalização ainda não trouxe a sua essência de fato. Mas, com tantos problemas ambientais que sofremos no mundo, o que será das belezas da nossa linda América do Sul, repleta de bacias hidrográficas e florestas que regulam o clima do próprio planeta?

Talvez o próprio problema não esteja na cultura americanizada das grandes capitais na América Latina, mas sim o ritmo produtivo que coloca em cheque as belezas naturais.

Eu admiro os Estados Unidos no sentido de a crítica ser atuante com força no país. As opiniões contrárias aos sistemas são ouvidas e debatidas de forma séria. Existe um senso maior em termos de população politizada, isso me atrai, de fato. Acho USA um país incrível, mas me incomoda o Brasil seguir a mesma tendência em termos de cultura, é uma grande calamidade para a identidade nacional que a cada dia mais está esquecida por aqui. Mas não tem jeito, o capitalismo retirou o valor espiritual das formas de arte para monetizar e hoje em dia o dinheiro é o que importa para a maioria. De fato, não apenas o nosso país como também o mundo ocidental segue a mesma tendência.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Natureza

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.