Poesia Consciência Negra

Poema Consciência Negra

“Sou a alma que ontem nasceu no mundo.

Sou filha da África,
Dos olhos de pérolas,
Do sorriso de marfim,
Dos sons dos atabaques em noite de luar,
Da roda de capoeira,
Do jongo ao maculelê.

Sou da raça que irradia perfume de alegria.
Sou semente da história humana,
De vida apesar de tanta dor.

Dos canaviais e senzalas,
Das mãos calejadas, exploradas e injustiçadas.

Podem tirar a minha vida,
Menos o direito de sonhar,
De ter esperança…
De lutar por dignidade e respeito,
Nem que seja em grito mudo,
Clamando por igualdade e justiça,
E de acreditar num amanhã melhor.”

Poesia Consciência Negra

Poesia Consciência Negra

 

- Consciência Negra

“Negros ou brancos
pardos ou vermelhos
a cor não conta
a cor não canta!
A cor não estampa
a virtude de ninguém…
Brancos ou negros
vermelhos ou pardos
a cor não importa
a cor não é falta…
E não culpa ninguém!
Seja qual for a raça…
Cativa e encanta
conquista e balança
o coração da gente
gente inteligente…
Que tem…
Pureza de alma!…”

Um comentário

  1. EU A CHEI MUITO LEGAL VC DA UM CURTI EU AMO DE MAIS THAU EU AMEI VC GOSTA DA UM CURTI ASSINADO MARRY BLANCO LINDA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>