Frases Sobre Julgamentos

Julgar algo ou alguém é um tiro no escuro porque você pode acabar errando esse julgamento e uma história cheia de problemas pode ser criada. Você deve evitar fazer julgamentos para também não ser julgado. Então, para refletir mais sobre julgamentos, reunimos mais abaixo, algumas ótimas frases sobre julgamento e você pode também compartilhar com seus amigos das principais redes sociais. Mostre aos seus amigos o que você pensa sobre o assunto, com algumas de nossas frases.

Frases Sobre Julgamento

“Seja um sábio reconheça seus erros e não se esconda atrás da sua rigidez e de seus julgamentos.” (Augusto Cury)

“Podemos e devemos nos relacionar aceitando as diferenças, sem julgamentos. Entretanto, quando se trata de compartilhar a vida é necessário escolher pessoas cujos valores estejam em harmonia com os nossos.” (Jael Coaracy)

“Quanto de nós guardamos nas sombras, com medo do que os outros possam pensar, de julgamentos, de sermos examinados? O que poderia acontecer se nós deixássemos que a luz nos banhasse, expuséssemos nossas vulnerabilidades, permitíssemos familiaridade para subirmos no palco, mesmo que por um breve momento? O que eles veriam?” (Ridgely Goldsborough)

“Foda-se os seus padrões, foda-se os seus julgamentos. Ninguém é mais que ninguém.” (Mallu Moraes)

“São as palavras e as fórmulas, mais do que a razão, que criam a maioria de nossos julgamentos.” (Gustave Le Bon)

“Os nossos julgamentos sobre fatos alheios do passado sempre serão parciais, pois jamais estaremos totalmente inseridos no contexto dos acontecimentos.” (Ildo José Vivan)

“Reconheceu mais uma vez como seus julgamentos precipitados eram superficiais.” (Trecho do livro O futuro da Humanidade de Augusto Cury)

“Julgamentos não são precipitados, quando existe ética. Eles são automáticos no inconsciente humano. Precipitado é o veredito que atropela o julgamento e se manifesta precocemente, absolvendo ou condenando segundo preconceitos e simpatias pessoais mal administrados.” (Demétrio Sena)

“O pensamento é sagrado, o único território livre de patrulha, livre de julgamentos, livre de investigação, livre, livre, livre. Área de recreação da loucura. Espaço aberto para a imaginação. Paraíso inviolável.” (Martha Medeiros)

“Estude, desenvolva a capacidade de ser livre em seus julgamentos, não se deixe levar pelo pensamento dos outros, a menos que com ele esteja de acordo. Viva, isso é fundamental. Adquira experiências, não se isole, leia além das letras, leia o que está escrito na rua, nas pessoas, na vida.” (Ana Cristina Vargas – Trecho do livro O Bispo Amor e sexualidade face a face)

“As críticas e julgamentos já me feriram hoje já sei QUEM SOU! Aprendi que respeito pode ser conquistado independente do comprimento da saia, aliás, respeito tem mais haver com caráter do que com os lugares que você frequenta e as pessoas que você conhece.” (Andresa Martins Vicentini)

“Tenho repulsa a falsidade, nojo de mentira e aversão a julgamentos.” (Ariadne Motta)

“Não tolere julgamentos de quem não consegue ficar em paz diante do seu brilho.” (Karla Tabalipa)

“Em muitos julgamentos mesquinhos julgamos nós mesmos na figura do outro.” (Autor desconhecido)

Frases Sobre Julgamento

Frases Sobre Julgamento

Reflexões Sobre Julgamento

“Deveríamos aprender a não fazer julgamentos se o me mundo é bom ou mau, e desistir da singular pretensão de tentar melhorá-lo. Muitas vezes o mundo foi insultado como sendo mau, porque aquele que o insultava dormira mal ou comera demais. Muitas vezes o mundo foi louvado porque aquele que o louvava acabara de beijar uma bela moça. Mas o mundo não existe para ser melhorado. Nem nós! Estamos aqui para sermos nós mesmos. Seja você mesmo e o mundo será mais rico e mais belo. Mas se você não for isso, se for mentiroso e covarde, o mundo será pobre, e então necessitará de uma melhoria.” (Hermann Hesse)

“Para nós, aqui e agora, são muitos os de mentalidade sã e poucos os loucos. Mas os julgamentos, aqui e agora, são por sua natureza provisórios e relativos. O que nos parece sanidade mental, a nós, porque é o comportamento de muitos, pode parecer, sub espécie oeternitalis, uma loucura. Nem é preciso invocar a eternidade como testemunho. A História é suficiente. A maioria autointitulada de mentalmente sã, em qualquer dado momento, pode parecer ao historiador, que estudou os pensamentos e ações de inumeráveis mortos, uma escassa mão-cheia de lunáticos. (…) Onde esta herança social é uma loucura, o indivíduo naturalmente mais normal está moldado à semelhança de um louco. Em relação à sociedade em que vive, ele é, sem dúvida, normal, porque se parece com a maioria dos seus pares. Mas eles são todos, falando em absoluto, conjuntamente loucos.” (Aldous Huxley)

“ Título: Julgamentos Precipitados

Um dia eu estava conversando com amigos numa sorveteria, quando uma mulher com quatro crianças entrou na loja. As crianças fizeram uma algazarra, gritando, berrando e provocando uma confusão generalizada. O que mais me chocou foi ver a mãe completamente alheia à perturbação que os filhos estavam causando. Por fim, não consegui me conter. Levantei-me, fui até onde ela estava sentada e falei: “A senhora não acha que deveria pelo menos tentar controlar seus filhos?” Ela ergueu os olhos esgazeados para mim, depois olhou para as crianças e disse: “Me desculpe. Acabamos de sair do hospital. Meu marido morreu uma hora atrás e eu trouxe as crianças aqui porque não sabia o que fazer.” Como você acha que eu me senti? Somos muito rápidos para julgar pessoas e situações. E nós as julgamos a partir de nosso ponto de vista, com base na nossa experiência de vida. Tudo parece diferente dependendo do prisma pelo qual se está olhando. É fácil criar o hábito de julgar.

Um diálogo interno baseado em julgamentos não cria nada, a não ser inquietação e insatisfação. Um diálogo externo baseado em julgamentos destrói a comunicação honesta e aberta, porque ninguém quer ficar vulnerável diante de alguém que está sempre julgando. Durante as próximas 24 horas, tente não julgar ninguém nem qualquer situação. Dê às pessoas o benefício da dúvida. Procure ver a situação do ponto de vista delas. Pratique o não-julgamento, ele incentiva a comunicação aberta e honesta, e gera intimidade. O julgamento é um dos venenos mais capazes de matar os relacionamentos. Comece cada dia com a afirmação “Eu hoje não vou julgar nada nem ninguém”. Quando tentei fazer esse exercício pela primeira vez, fiquei atônito e encabulado com a quantidade de julgamentos que surgem na minha mente ao longo do dia. Se você é assim, repita a cada hora, sem exceção: “Durante a próxima hora, não vou julgar nada nem ninguém”. O caminho para a intimidade está completamente fechado para quem não se dispuser ao não-julgamento.” ( Trecho do livro Os sete níveis da intimidade de Matthew Kelly)

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Frases

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.