Frases de Advertência: O Que Ensinar às Crianças Sobre Pessoas Desconhecidas

As Informações sobre as diferenças entre as pessoas conhecidas e estranhas devem ser dadas para seus filhos com uma forma de adverti-los sobre esse mundo moderno, às vezes tão hostil em que vivemos. Nesse artigo veremos mensagens sobre advertência, e o que devemos ensinar as nossas crianças para saberem lidar com situações inusitadas.

Seus Filhos e As Pessoas Estranhas

A maioria das crianças veem estranhos todos os dias nas lojas, no parque e em seus bairros. A maior parte desses estranhos são pessoas legais, normais, mas alguns podem não ser. Os pais podem proteger seus filhos de indivíduos perigosos e mal-intencionados, ensinando-lhes sobre os comportamentos suspeitos para que eles próprios possam tomar algumas precauções próprias, quando os pais não estiverem por perto.

Quem é a Pessoa Estranha?

Um estranho é alguém que sua família não conhece bem. É comum que as crianças pensem que “pessoas desconhecidas” possam ter um olhar assustador, como os vilões de desenhos animados. Isso não só não é verdade, como também é perigoso para as crianças pensarem desta forma, pois os bandidos dos desenhos são fictícios e nunca poderão fazer mal a ninguém, a não ser na imaginação infantil.

Pessoas belas e desconhecidas podem ser tão perigosas quanto as que não são tão bonitas ou amáveis. Quando você conversar com seus filhos sobre estranhos, explique-os que ninguém pode dizer se estranhos são confiáveis ​​ou não bom só de olhar para eles, e que devem ser cuidadosos ao lidarem com todas as pessoas que eles não conheçam.

Mas os pais também não devem fazer parecer que todos os estranhos são ruins. Se as crianças precisam de ajuda, se por acaso elas estiverem perdidas, se estão sendo ameaçadas por um indivíduo suspeito, ou sendo seguidas por um estranho, a coisa mais segura para se fazer em muitos casos, é pedir a um “outro estranho” ajuda para sair daquela situação. Os pais podem tornar isso mais fácil para eles, mostrando-lhes que há estranhos os quais possam confiar.

Quem São os Estranhos Seguros?

Os estranhos seguros são pessoas, nas quais as crianças podem pedir ajuda quando precisarem. Policiais e bombeiros são dois exemplos de estranhos seguros muito reconhecíveis para qualquer criança. Professores, diretores e bibliotecários são adultos, os quais as crianças também podem confiar muito, e eles são fáceis de reconhecer quando estão no trabalho. Mas os pais devem se certificar de enfatizar que, sempre que possível, as crianças devem ir a um lugar público para pedir ajuda, se precisarem, a alguma autoridade.

Você pode ajudar seus filhos a reconhecer estranhos seguros, apontando-os quando vocês estiverem fora de sua cidade. Mostre também aos seus filhos os lugares que eles podem ir se precisarem de ajuda, como lojas e restaurantes locais e as casas de amigos da família em seu bairro.

Reconhecendo e Lidando com Situações Perigosas

Talvez a forma mais importante que os pais possam proteger e advertir seus filhos é ensiná-los a ter cuidado com situações potencialmente perigosas, o que irá ajudá-los quando tiverem de lidar com estranhos, bem como com adultos conhecidos que possam não ter boas intenções.

Os pais devem ajudar às crianças a reconhecer os sinais de alerta ou adverti-los sobre um comportamento suspeito, como por exemplo, quando um adulto pede para desobedecerem a seus pais ou fazer algo sem permissão, pedir-lhes para manter algo em segredo, impedir que as crianças peçam ajuda, ou fazer com que se sintam desconfortáveis ​​de qualquer modo.

Também os pais devem dizer a seus filhos que um adulto nunca deve pedir a uma criança para ajudar a fazer algo escondido dos pais e sempre, ensiná-los a encontrar um adulto de confiança e contar imediatamente o que houve se isso porventura vier a acontecer.

Os pais também devem falar com seus filhos sobre como devem lidar com situações perigosas. Uma maneira é ensiná-los a dizer-lhes “Não vou com você, vou gritar”, Diga-lhes que em uma situação de perigo, as crianças devem dizer não, fugir, gritar tão alto quanto elas puderem, e contar a um adulto de confiança o que aconteceu de imediato.

Os pais devem se certificar de que seus filhos saibam que não há problema em dizer não para um adulto em uma situação perigosa e gritar para manterem-se seguras, mesmo se elas estiverem dentro de casa. É bom para a prática discutir diferentes situações para que seus filhos possam se sentir confiantes para saberem o que fazer. Aqui estão algumas situações possíveis que você pode conversar com seus filhos e adverti-los que pode ser uma situação perigosa:

  • “Um desconhecido de boa aparência se aproxima de seu filho no parque e pede ajuda para encontrar cão perdido”.
  • “Uma mulher que vive em seu bairro, mas que a criança nunca falou convida o seu filho em sua casa para um lanche”.
  • “Um estranho pergunta se seu filho quer uma carona para casa da escola”.
  • “Seu filho sente que ele ou ela está sendo seguido por uma pessoa estranha”.
  • “Um adulto que seu filho conhece diz ou faz algo com que ele ou ela se sente mal ou desconfortável”.
  • “Enquanto seu filho está voltando para casa de um amigo, um carro encosta e um estranho pede informações”.

O  Que Mais os Pais Podem Fazer

Além de ensinar as crianças a reconhecer e lidar com situações perigosas e desconhecidas existem mais algumas coisas que os pais podem fazer para ajudar seus filhos se sintam seguros e evitem situações perigosas.

Por exemplo, saber onde seus filhos estão em todos os momentos. Estabeleça uma rotina para que seus filhos sempre peçam permissão a você antes de irem a qualquer lugar. Dê aos seus filhos os números de seu trabalho e o telefone celular para que eles possam chegar até você em todas as situações que forem suspeitas. Advertir seus filhos é melhor maneira de trazê-los sempre seguros e ao seu lado.

Ressalte os lugares seguros. Mostre a seus filhos um lugar seguro para jogar, estradas seguras e os caminhos a tomar, mostre locais para onde ele poderá ir sem problemas.

Ensine as crianças a confiar em seus instintos. Explique que, se alguma vez elas sentirem medo ou desconforto, devem fugir o mais rápido que puder da situação e contar a um adulto. Diga-lhes que às vezes os adultos que conhecem podem fazê-los sentirem confiantes. Tranquilizar as crianças irão ajudá-las a agir de forma adequada quando elas precisarem.

Salete Dias

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Frases

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.