Fases do Fim de um Relacionamento: Como Enfrentá-las de Maneira Positiva

Quando um relacionamento entre duas pessoas tende ao fracasso, ele geralmente passa por algumas fases antes de chegar ao fim. Nesse artigo veremos quais são essas fases, e como enfrentá-las de maneira positiva.

Como Sobreviver a Dor de Um Fim de Relacionamento

Qualquer um que tenha experimentado a separação de um grande amor e que tenha lidado com a dor que esse tipo de experiência lhe proporcionou meio pode dizer com propriedade que existem fases de tristeza que a pessoa atravessa até conseguir se recuperar. A maneira como lidar com essa perda é que fará toda a diferença.

Fim do Romance

Fim do Romance

O que você pode não saber é que passamos por algumas versões dessas fases de tristeza cada vez que sentimos uma perda, mesmo se não houver a morte de um ente querido envolvida. Um tipo de perda que todos nós, eventualmente vivenciamos, é a experiência da perda de um relacionamento romântico que foi muito importante para nós. Quando temos essa experiência, passamos pelos mesmos estágios de sofrimento como se alguém muito próximo de nós tivesse morrido. Naturalmente, a maneira que nós agimos com o rompimento de um relacionamento não é bem a mesma que nos processamos a morte de um ente querido. Com um relacionamento, a outra pessoa ainda está lá para interagir conosco (pelo menos teoricamente, apesar de nós não podermos realmente estar falando com eles).

Isso dificulta o processo de luto tradicional porque a interação contínua pode mudar a dinâmica do relacionamento e causar novos padrões para lidar com a perda. Além disso, a possibilidade de voltar com o nosso interesse romântico cria dificuldade com algumas das fases do luto. No entanto, como superar o fim de um relacionamento, que acabará passando também pelas mesmas fases da perda. Ter um bom entendimento do que os estágios do luto são pode ajudá-lo a entender melhor as emoções que você estará enfrentando, quando você passar pelo rompimento de um relacionamento importante.

Conhecer algumas das coisas que comumente acontecem ou sentimentos que se sentiam durante cada estágio, pode ajudá-lo a compreender que o que você está passando é normal e que, eventualmente, vai passar. E ser capaz de ver o que estágio de dor você está pode ajuda-lo a processar melhor a perda de modo que você possa crescer com a experiência (dolorosa que seja) e, ser melhor em futuros relacionamentos, porque você já processou um que vale para todos.

Então, Vamos Ver as Fases do Luto de Relacionamentos que Chegaram ao Fim

  • Negação: Costuma-se dizer que a primeira fase do luto é a negação. Considerando que você pode mover-se para trás e para frente entre as outras etapas (e nesta também) você basicamente quase sempre começa negando o fim do relacionamento. É a fase de não ser capaz de realmente admitir para si mesmo o que está acontecendo.

A negação definitivamente é uma parte do sofrimento de pessoas que passam pelo processo de morte, e provavelmente é ainda mais essencial para o processo de luto quando uma relação termina. É nessa fase de um relacionamento que você sabe que as coisas não estão muito bem, mas você não quer lidar com isso. Você espera que ele/ela esteja apenas em um momento ruim de suas vidas. Você não quer saber se está sendo enganado/a, porque realmente não saber nada naquele momento, apesar de no intimo saber a verdade. Você lembra os momentos felizes e pensa: “está tudo bem, as coisas estão bem”.

Negamos que o relacionamento está terminando por várias razões. Às vezes, as relações realmente têm apenas períodos difíceis e você não pode realmente saber o que está acontecendo até que o tempo passe. Às vezes temos muito medo de admitir que as coisas precisem mudar, e procuramos continuar ignorando o problema durante o máximo de tempo que pudermos. Às vezes temos problemas profundamente enraizados na infância ligados ao abandono que o tornam emocionalmente o rompimento da relação muito aterrorizante para enfrentarmos.

  • Raiva: a raiva é uma fase que todos nós temos que passar para que possamos processar a nossa tristeza pela perda de nosso relacionamento. Infelizmente, muitas pessoas tem realmente tanto medo da raiva (tanto a sua própria como a raiva dos outros) que eles se recusam a reconhecer esta parte do processo. O não permitir-se sentir o sentimento de raiva pode resultar em nunca realmente completar o processo de luto e, portanto, ser incapaz de seguir em frente. Portanto, é importante que reconheçamos nossa raiva sobre a situação. Esta raiva pode ser assustadora, mas é uma parte muito importante do processo de luto. O importante é reconhecer a raiva e lidar com ela de maneira segura e saudável. Não ser autodestrutivo/a.
Raiva

Raiva

  • Negociação: outra etapa da tristeza que passamos quando experimentamos qualquer perda é a negociação. No caso de uma morte, tentamos negociar com Deus ou qualquer espírito maior em que acreditemos para tentar fazer com que o grande problema vá embora. Nós também podemos fazer isso no caso de nosso final de relacionamento, mas também há uma boa chance de que o que fizermos com o nosso parceiro/a de negociação não seja bom para nós mesmos. A negociação normalmente é considerada a terceira fase da tristeza, mas ela pode vir antes da raiva para várias pessoas que tentam fugir da negação, e de resolver as coisas com o seu parceiro.
  • Depressão: depois de toda a negação, da raiva e da negociação ter sido feitas e percebermos que as coisas realmente estão começando a acabar, ficamos deprimidos. Nós nos sentimos desamparados e impotentes e dominados com tristeza com a perda que estamos vivenciando. Nós sentimos como se nunca mais fossemos conhecer outra pessoa que nos faça sentir tão bem como aquela pessoa fez. Sentimo-nos como se nunca mais pudéssemos ser tão felizes como fomos com aquela pessoa que perdemos. Sentimo-nos como se as coisas nunca mais serão as mesmas, e isso nos faz ficar triste.

  • Aceitação: Acredite ou não, no final de tudo isso, acabará por chegar um dia em que você aceitou a situação. Não importa quantas vezes você passou por entre as etapas listadas acima, um dia você vai descobrir que esses estágios estão finalmente acabados. Você vai pensar em seu ex, ou mesmo correr para ele/ela ou ficar amigo dela/dele de novo e não vai mais sentir raiva ou tristeza. Você não vai mais tentar consertar as coisas ou desejar que as coisas fossem diferentes, ou tentar obter de volta o que você já teve ou culpar a outra pessoa pelas coisas que deram errado. Você aceitará as coisas como elas são, e que a situação terminou como devia. Você acaba crescendo como pessoa e fica tudo bem.

Parece que você nunca vai chegar a esta fase quando passar pelo trauma de uma separação, mas eventualmente, acredite ou não, se você lidou corretamente com as outras quatro fases do luto, então você realmente vai chegar a esta. Persistência é tudo!

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Frases

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.