Pedro Bandeira – Poesias

Pedro Bandeira de Luna Filhos, nascido em 9 de março de 1942, é um escritor santista de livros infanto-juvenil que recebeu diversos prêmios da literatura, como APCA da Associação Paulista de Críticos de Arte, e o Prêmio Jabuti, ambos da Câmara Brasileira do Livro, com mais de vinte milhões de livros vendidos, marca até o ano de 2006.

Pedro Bandeira

Pedro Bandeira

Escritor especialista em letramento e técnicas de leitura, Pedro Bandeira apresenta conferências para o corpo dicente de todo o país, e entre seus títulos encontra-se uma série consagrada Os Karas, além dos livros: A marca de uma lágrima, Agora estou sozinha, A hora da verdade e Prova de Fogo.

Além de sua atuação como professor, ele também atuou no teatro como diretor, ator e cenógrafo, tendo participado de diversas peças do teatro de bonecos, desde 1962. Bandeira trabalhou na área do jornalismo e publicidade, iniciando esta atividade no jornal “Última Hora” e posteriormente na Editora Abril, onde escreveu para revistas.

Já em 72, Bandeira iniciou sua participação como free-lancer em produção de histórias para revistas independentes. O primeiro livro voltado para o público infantil foi “O dinossauro que fazia au-au” e para o público adolescente “A Droga da Obediência”, que o consagrou com a marca de mais de 1 milhão de exemplares vendidos.

Outro grande livro de sua carreira foi “O fantástico mistério de Feiurinha”, vindo a se tornar um clássico. No decorrer de sua carreira sua marca atingiu aproximadamente 22 milhões de livros, sendo considerado o autor com mais obras vendidas para o público infanto-juvenil.

Algumas Obras de Pedro Bandeira

  • Aqueles Olhos Verdes
  • A Contadora de Histórias
  • A Marca de uma Lágrima
  • A Menina Danadinha
  • Como conquistar essa garota
  • Descanse em paz, meu amor
  • Droga de Americana!
  • Garrote, menino coragem
  • É Proibido Miar
  • Gente de estimação
  • Mariana
  • Malasaventuras, Safadezas de Malasartes
  • Minha primeira paixão
  • O Dinossauro que fazia au-au
  • O Pequeno Fantasma
  • O Poeta e o Cavaleiro
  • O Mistério da Fábrica de Livros
  • O medo e a ternura
  • O pequeno dragão
  • O pequeno fantasma
  • O primeiro amor de Laurinha
  • O Reizinho da estrada
  • Pântano de sangue
  • Prova de fogo
  • Rosaflor e Moura Torta
  • Uma ideia solta

Pedro também fora um grande poeta, com poesias que citam o amor, existencialismo, além das poesias para o público infanto-juvenil. Algumas poesias seguem abaixo:

  • Meu Desenho

Com meus lápis de cor, desenhei um passarinho. Ele ficou tão perfeitoque até voou pro ninho.

  • OS Meus Errinlhos

Está bem, eu confesso que errei. Eu errei, está bem, me dê zero! Me dê bronca, castigo, conselho. Mas eu tenho o direito de errar. Só o que eu peço é que saibam. Que eu necessito errar. Se eu não errar vez por outra. Como é que eu vou aprender. Como se faz pra acertar? Pais, professores, adultos. Também já erraram à vontade, Já fizeram sujeira e borrão. Ou vai dizer que a borracha Surgiu só nesta geração? Vocês que errando aprenderam, Ouçam o que eu tenho a falar: Se até hoje cometem seus erros, Só as crianças não podem errar? Concordem, eu estou aprendendo. Comparem meus erros com os seus, Se já cometeram os seus erros, Deixem-me agora com os meus!

Literatura

Literatura

  • Obrigado, Mamãe!

Hoje é o melhor dia do ano, É um dia especial. É mais que aniversário! Hoje é o Dia das Mães! É tão bom quanto o Natal! Vou muito bem na escola, E não fiz nada de errado, Pra ter que bajular.Então deve ser verdade, Isso que eu quero falar: Obrigado, mamãe, Pelas noites mal,  dormidas, Pelas horas tão sofridas, Que você me dedicou. Obrigado, mamãe, Por esse amor tão profundo, Por me ter posto no mundo, Por fazer tudo o que eu sou. Muito obrigado, mamãe! Obrigado por seu carinho, Por todo esse amor, todinho, Que você deu para mim… Obrigado, mamãe…

Os Sete Gatinhos

Bete tem sete gatinhos. Um foi tomar leite, ficaram seis. Bete tem seis gatinhos. Um fugiu do cão, ficaram cinco. Bete tem cinco gatinhos. Um foi pegar o rato, ficaram quatro. Bete tem quatro gatinhos. Um foi comer mingau, ficaram três. Bete tem três gatinhos. Um foi ao cinema, ficaram dois. Bete tem dois gatinhos. Um foi tomar banho, ficou só um. Bete tem um gatinho, tem um gatinho só. Bete vai dar carinho pra ele o nome Filó.

  • Por Enquanto Eu Sou Pequeno

Por enquanto sou pequeno, mas vou aprender a ler: já sei ler palavra inteira, leio pra cima, e pra baixo, e plantando bananeira! Por enquanto sou pequeno, uma coisa vou dizer, com certeza e alegria: sei que nunca vou esquecer da beleza da poesia! Quem sempre foi, sempre será. No passado e no futuro, preste muita atenção, para os dois não misturar, pois só vai dar confusão! Os políticos prometem, se ganharem a eleição. Se mentiram no passado, no futuro mentirão! Os ladrões não têm jeito, pois em tudo põem a mão. Se roubaram no passado, no futuro roubarão! Os cantores e as cantoras vão cantar suas canção. Se cantaram no passado, no futuro cantarão! As velhinhas tão doentes tomam mel com agrião. Se tossiram no passado, no futuro tossirão! Quem disser que estou errado, que não tenho razão, saiba que eu estou muito certo, nisso eu sou um campeão! Pois quem hoje é um boboca não vai ter conserto não. Quem foi bobo no passado, no futuro é paspalhão.

  • Esse pequeno Mundo

Sei que o mundo é mais que a casa, Mais que a rua, mais que a escola,Mais que a mãe e mais que o pai. Vai além do horizonte, Que eu desenhei no caderno, Como linha reta e preta, Que separa azul de verde. Sei que é muito, sei que é grande, Sei que é cheio, sei que é vasto. Me disseram que é uma bola, Que flutua pelo espaço, Atirada pelo espaço, Atirada pelo chute De um gigante poderoso; Vai direto para um gol, Que ninguém sabe onde é. Mas para mim o que mais conta. É este mundo que eu conheço. E que cabe direitinho. Bem debaixo do meu pé.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Autores Famosos

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • Meu maior sonho e publicar um livro que escrevi como devo proceder.

    carol 24 de outubro de 2013 11:28 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.